O museu

No Parque da Pont du Gard, um dos maiores centros de interpretação sobre a romanidade conta a história do aqueduto romano. Maquetes, reconstituições virtuais, ecrãs multimédia, ambientes sonoros apelam à descoberta da antiguidade romana.

O museu, moderno e dinâmico

Quando do alto dos seus milenários, a Pont du Gard o contempla e o estarrece… bastam alguns passos na margem esquerda, mais abaixo, para que o Museu satisfaça a curiosidade que suscita este monumento grandioso. O visitante poderá satisfazer a sua sede de compreender sem descuidar o seu gosto pela estética neste vasto espaço multimédia onde estão lado a lado reconstituições à escala 1 e ambientes virtuais. Verdadeira balada ao sabor da água e do tempo, a visita mergulhá-lo-á no coração do universo relaxante da antiguidade romana.

Um mergulho na história

À imagem da grande Via Domitia, o percurso temático inscreve-se no passado graças aos numerosos ecrãs multimédia que marcam o seu traçado. Imagens, sons e objetos associam-se como tantas testemunhas, indispensáveis à reconstituição da história excecional da Pont du Gard.

Mergulhe no passado… Ao longo da sua visita, terá acesso a todas as informações para fazer as suas próprias investigações ao seu ritmo. Do simples passeio de uma hora à imersão completa durante meio dia, apreenda o Museu de acordo com a sua vontade!

Uma vista do museu (<a href="http://www.yann-de-fareins.com"  target="blank_">Yann de Fareins</a>)

Uma cidade galo-romana no dia-a-dia… a importância da água

Com mais de 30 000 m³ disponíveis diariamente, a cidade romana podia alimentar banhos, fontes públicas e outros jogos aquáticos. Diversas reproduções ilustram estes benefícios, dos quais o mais impressionante é, sem dúvida, a maquete de um magnífico domus de 500 m². Poderá, assim, observar que os seus jardins, bacias, casas de banho, beneficiam já de água corrente sob pressão.

O aqueduto… uma obra colossal

Um mapa luminoso gigante permitir-lhe-á identificar os principais aquedutos do Império romano.

O Museu permite descobrir a construção de uma obra de arte que mistura a arte e a técnica. Descubra os materiais utilizados, as ferramentas e todos os segredos em torno de uma obra deste calibre. Entre reflexão, plano e técnicas, a restituição em tamanho real dos percursos, do canal, e de dois arcos do terceiro andar da Pont du Gard apresenta-se como o elemento mais espetacular deste espaço temático.

A dominar a exposição, um ecrã gigante desvenda todo o percurso tomado pela canalização de água. Filmado a baixa altitude, este documentário retrata o traçado do aqueduto desde a origem até ao castelo de água.

O Museu da Pont du Gard (Yann de Fareins)

A Pont du Gard através dos séculos… Imagens e representações

Sabe que o aqueduto teve uma segunda vida ? Descubra igualmente a história moderna da Pont du Gard…

  • Na galeria dos sábios, investigadores e historiadores de ontem e de hoje confrontam as suas observações.
  • Do lado da galeria dos engenheiros, a discussão dos antigos e dos modernos ganha forma no século XIX e refere-se à questão da recuperação do canal romano.
  • No coração da galeria dos arquitetos, o panorama das reparações e das restaurações efetuadas na Pont du Gard.